Ah…

Image

Essa é A letra em que tudo começa. O “A” é o início do alfabeto: o ovo antes da galinha. Ou o contrário. Tanto faz, o importante é que sempre teve um jeito de letra aberta e versátil. A interjeição “Aaaah”… em um tom moderado pode complementar desde a conclusão surreal (“ah, então é por isso que você atirou em mim?) ou o constrangimento evidente (“Ah, o seu marido também veio”).

Irritada, a vogal pode emplacar uma fúria desigual (“aaah, esmagar homenzinhos”) ou até um urro de dor. Primitivo, gutural. Cantores do bonde do heavy adoram essa letra.

Crianças também curtem desde que o mundo é mundo. Na minha creche cada “Aaah” era sucedido por um “mas que peninha, de galinha”. Nunca gostei da letra porque o “A” tinha jeito de matrona, de mãezona irritada com as pernas se estendendo ao dorso de uma italiana com as mãos na cintura, em um misto de super-heroína e matriarca esporrenta.

“Ai, ai, ai”… O alfabeto já começa meio irritado com o final disso que está longe…

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s